Análise do crash do voo MH17 da Malaysian Airlines

– pela União Russa dos Engenheiros

'. Trata-se de uma excelente análise pormenorizada da tragédia do MH17 feita pela União Russa dos Engenheiros, a qual ilustra bastante francamente quão fortemente censurado foi o "relatório" holandês .

Vamos deixá-lo digerir este relatório e chegar à sua própria conclusão, a qual com toda a probabilidade explicará a camuflagem dos infames projécteis de alta velocidade alardeada pela "imprensa" ocidental.

Esta revisão foi empreendida por peritos que não só conhecem o assunto em causa como apresentaram objectivamente evidências que devem ser consideradas com a legitimidade que lhes são inerentes. Aqui está a descrição geral do "Grupo analítico" que elaborou o relatório:

Um grupo de peritos da União Russa de Engenheiros congregou-se para analisar a situação, incluindo oficiais na reserva com experiência na utilização de sistemas de mísseis anti-aviões, bem como pilotos tendo experiência com armas aéreas. Este problema também foi discutido numa reunião da Academia de Problemas Geopolíticos, onde muitas variantes foram testadas e discutidas. No decorrer das suas análises os peritos utilizaram materiais provenientes de fontes públicas, encontradas nos media. A situação também foi analisada utilizando uma simulação de computador do Su-25.

18/Setembro/2014

Pode descarregar aqui a versão em inglês do relatório.

A versão original em russo está aqui.

Ver também:
  • O relatório da comissão holandesa sobre o crash do MH17 malaio "não vale o papel em que está escrito"
  • O MH17 malaio foi abatido por caças do regime de Kiev (com imagem em alta resolução da secção do cockpit)

    O original encontra-se em www.vineyardsaker.co.nz/...


    Esta notícia encontra-se em http://resistir.info/ .
  • 21/Set/14