Na esteira dos tanques israelenses ?

Abbas ordenou a formação de uma equipe de emergência para governar Gaza após a queda do Hamas

por PIC [*]

Cartoon de Latuff. GAZA (PIC) – O chefe da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, ordenou aos seus oficiais em Ramalá, um dia após o maciço ataque aéreo israelense à Faixa de Gaza que formassem uma equipe de emergência agrupando o ministro do Interior e comandantes das forças de segurança a fim de estarem prontos para tomar o controle dos assuntos de Gaza quando o Hamas for derrubado, revelou um relatório secreto obtido pelo PIC.

O relatório acrescentava que Abbas, que estava no Cairo a caminho da Arábia Saudita, disse que coordenaria suas posições com o regime egípcio para enfrentar quaisquer mudanças em Gaza a seguir à operação das forças armadas israelenses.

O relatório destacou que se espera o retorno de Abbas ao Cairo para este assunto.

Enquanto isso, fontes em Ramalá contaram ao PIC que Nimir Hammad, o conselheiro de Abbas, telefonou a Amos Gilad, coordenador israelense das operações nos territórios ocupados e conselheiro político do ministro da Guerra Ehud Barak, no sábado à noite.

Hammad, segundo as fontes, disse a Gilad que a Autoridade Palestina acredita que Israel em o direito de atacar e liquidar o Hamas mas pedia para centrar os seus ataques sobre as sedes e escritórios do Hamas e tanto quanto possível evitar alvo civis.

Masri: Abbas sabia a data do ataque

O deputado Mushir Al-Masri, do Hamas, acusou Abbas de ter conhecimento prévio do ataque militar israelense e da sua data exacta.

Ele acrescentou num comunicado de imprensa que a informação não era um segredo, mas notou que Abbas deixou as terras palestinas pelas da Arábia Saudita pouco antes de começar o ataque israelense e que ele é conhecido por deixar a Palestina sempre que sucede algum grande acontecimento.

Os ataques aéreos israelenses em andamento desde sábado já mataram 180 palestinos e feriram outros 1750, incluindo 300 em condições sérias.

[ 30/12/2008 - 12:54 PM ]

[*] Palestinian Information Center.

O original encontra-se em http://www.palestine-info.co.uk/en/default.aspx


Esta notícia encontra-se em http://resistir.info/ .
30/Dez/08