Crocus-Hocus-Pocus

Dmitry Orlov [*]

Terroristas já capturados.

Agradecemos a todos que expressaram suas condolências em relação aos eventos na Prefeitura de Crocus. Para aqueles que não prestam atenção às notícias (e quem pode culpá-los?), foi um ataque terrorista a um shopping center e a uma casa de shows perto de Moscou que tirou mais de cem vidas, incluindo crianças. O atentado foi cometido por quatro imigrantes do Tajiquistão que haviam recebido uma promessa de 500₽ (US$ 5.426,82) para atirar em algumas pessoas (e receberam apenas metade do dinheiro). Eles usaram armas automáticas que, com base nos enormes flashes do cano, já tinham visto dias melhores, para atirar em pessoas aleatoriamente e, em seguida, incendiaram o prédio disparando um lança-chamas nos assentos de um auditório. Em seguida, fugiram no mesmo carro que usaram para chegar ao local, atropelando um menino no caminho. Dirigiram em direção à fronteira ucraniana, onde agentes ucranianos haviam combinado de recebe-los do outro lado. Quando foram bloqueados, recusaram-se a parar. Quando os seguranças russos atiraram nos pneus do carro e ele capotou, três dos quatro fugiram a pé pela floresta pantanosa, mas foram cercados e presos. Todos eles confessaram prontamente seus crimes. No total, 11 pessoas foram presas e a investigação está em andamento, portanto, essas são todas as notícias concretas que podem ser divulgadas no momento; todo o resto seria insinuação, boato ou confabulação.

Mas agora vem a parte interessante: há uma nova mentira para acrescentar a uma pilha já estupenda de mentiras perpetuadas pelo estado profundo, pelo governo e pela imprensa ocidentais. Que é fisicamente possível derrubar três arranha-céus (WTC #1, #2 e #7) usando dois jatos de passageiros. Que a Pfizer e a Moderna produziram vacinas reais contra a Covid-19 em vez de armas biológicas relativamente ineficazes destinadas à redução da população. Que Joe Biden é o presidente dos EUA e não um substituto semi-robótico drogado do homem por trás da cortina (seja ele quem for). Que o dióxido de carbono atmosférico é um importante gás de efeito estufa que causa o aquecimento global, em vez de ser apenas alimento para plantas e bastante escasso. Se você é como a maioria das pessoas que vivem no Ocidente, então você simplesmente absorve essas mentiras junto com o mingau do café da manhã e nem pensa a respeito. Mas talvez você devesse.

A nova mentira é que o ataque à prefeitura de Crocus foi organizado pelo ISIS-K. O ISIS, também conhecido como Califado ou Estado Islâmico, foi um subproduto da invasão do Iraque pelos EUA, que os espiões norte-americanos prontamente abraçaram e apoiaram porque achavam que esses bastardos os ajudariam a derrubar o governo da Síria. Mas então a Rússia interveio e o ISIS não existe mais. O ISIS-K é um transplante de um remanescente do ISIS em Khorasan, no Afeganistão – pelo menos antes da retirada apressada dos EUA de lá. Seu destino é incerto; talvez todos tenham sido silenciosamente mortos pelo Talibã até o momento. O Talibã odeia esses fantoches organizados pelos americanos.

Os criminosos contaram praticamente a mesma história:   foram recrutados pelo aplicativo Telegram enquanto viviam em um albergue para migrantes em Moscou e concordaram em fazer o trabalho porque eram um bando de perdedores muito, muito patéticos, sem nada a seu favor. Um deles não entende nem uma palavra de russo. Como os EUA saberiam algo sobre isso? Ah, espere, o ISIS-K é uma criação da CIA, é assim! E por que eles não compartilhariam essas informações com os serviços antiterroristas russos de antemão? Boa pergunta!

Outra coisa estranha é que houve um silêncio total sobre a questão por parte de todas as fontes ocidentais durante várias horas após o evento, até que todas elas se manifestaram ao mesmo tempo e… afirmaram que era o ISIS-K. Em seguida, começaram a dizer bobagens falsas de que o ISIS-K era a opinião consensual. O que isso nos diz é que houve uma enorme confusão e ignorância no Ocidente até terem sabido que os terroristas estavam indo em direção à antiga Ucrânia e percebido o que tinham a fazer:   desviar a culpa dos ucranianos a todo custo. Ao folhear sua pequena pilha de grupos terroristas, os norte-americanos encontraram o ISIS-K e acharam que isso seria suficiente.

E agora, algumas perguntas:

Não vale a pena refletir muito sobre essas questões. O que parece óbvio é que os ucranianos organizaram o evento sem se preocupar em informar os Washingtonianos. E a razão pela qual eles se comportaram tão mal é que estão tentando chamar a atenção para si mesmos, como as crianças negligenciadas costumam fazer, agora que está claro que os americanos estão planejando abandoná-los como abandonaram o Afeganistão, ou o Vietnã do Sul, ou os curdos, ou… é uma longa lista. O melhor que o regime de Zelensky pode esperar conseguir é um nível maior de constrangimento para seu senhor e mestre negligente; eles não têm outras cartas para jogar. De qualquer forma, o regime de Kiev se transformará em uma abóbora em 21 de maio, quando Zelensky (tendo cancelado as eleições) deixará de ser um líder eleito e se tornará o que realmente é – um criminoso de guerra, um lavador de dinheiro para o clã Biden e um terrorista internacional. Isso vale para ele e para todos os seus capangas, e é improvável que os russos sejam particularmente gentis com eles.

Quanto às condolências… elas são muito boas, mas por que limitá-las apenas às vítimas recentes em Moscou? E quanto a todas as pessoas em Belgorod que estão sendo continuamente bombardeadas com armas fornecidas pela OTAN (foguetes Vampyr tchecos, especificamente)? A ação lá não é tão espetacular quanto o evento em Moscou, mas as mortes, os ferimentos e a destruição de propriedades são cumulativos. E o que dizer das milhares de pessoas em Donetsk que foram mortas e mutiladas por morteiros e artilharia ucranianos nos últimos 10 anos? Condolências, condolências…

25/Março/2024

[*] Escritor.

O original encontra-se em boosty.to/cluborlov/posts/15add9be-544b-40f5-92a5-7251997ddce2 e a tradução em sakerlatam.blog/crocus-hocus-pocus/

Este artigo encontra-se em resistir.info

25/Mar/24