Carta à ministra do Mar acerca dos estivadores de Lisboa

por International Dockworkers Council

. Exmª Srª Ana Paula Vitorino
Ministra do Mar

Prezada Sra. Ministra,

Tomamos a liberdade de entrar em contacto com V. Excelência desde o Conselho Internacional dos Estivadores (IDC), federação sindical que representa mais de 90.000 trabalhadores portuários na Europa, América Latina, África, Austrália, EUA, Canadá e Ásia.

Desde sempre, o IDC acompanha e tem pleno conhecimento do conflito laboral que se arrasta no porto de Lisboa, e participámos activa e construtivamente em fases anteriores. Tomámos a iniciativa de promover e nos envolvermos em reuniões de mediação entre o Sindicato dos Estivadores de Lisboa e as empresas de estiva do porto, juntamente com o Instituto que tutela o sector portuário, as quais culminaram num acordo celebrado em 14 de Fevereiro de 2014.

Esse acordo apontava as soluções para a questão nuclear que ainda hoje divide os parceiros sociais: acordar numa contratação colectiva que potencie a criação de emprego permanente e com direitos, resultante da integração de trabalhadores precários e daqueles que, entretanto, tinham sido contratados pela empresa de trabalho portuário paralela, a Porlis.

As empresas portuárias de Lisboa continuam a apostar na imposição de um modelo de desregulamentação do trabalho portuário, totalmente inaceitável para organizações que representam e defendem os direitos dos trabalhadores, aposta essa que resulta do programa do anterior governo, e que será certamente corrigida pela equipa que V.Exª integra.

Pela nossa parte, continuamos com toda a disponibilidade para participar, em diálogo aberto, franco e construtivo, em toda e qualquer iniciativa que entenda poder contribuir para encontrar as melhores soluções sociais para um desenvolvimento harmonioso, estável e duradouro do porto de Lisboa.

Jordi Aragunde Miguens, Coordenador Geral do IDC

Ver também:

  • Solidariedade da CGTP-IN com os estivadores do Porto de Lisboa
  • Projecto de Resolução do Grupo Parlamentar do PCP

    O original encontra-se em oestivador.wordpress.com/...


    Este artigo encontra-se em http://resistir.info/ .
  • 26/Mai/16