Banco Central Europeu: o enrascanço e a defesa secreta

por Yéti

E ainda há a 'exposição' do BCE. Todos para os abrigos! Reina o pânico no Banco Central Europeu dirigido por Mario Draghi, homem de confiança como todos sabem ou deveriam saber, do tristemente célebre Goldman Sachs. Assim, os sitiados levantam as barricadas para salvar seus cofres em perigo. Dois elementos novos acabam de confirmar esta impressão, um revelado pelo alemão Deutsche Wirtschaftsnachrichten e o outro pela Mediapart .

Eis o que é esta embrulhada

As Deutsche Wirtschaftsnachrichten (Notícias económicas do outro lado do Reno) acabam de dar um esclarecimento sábio sobre os subterrâneos do plano de "salvamento" de Chipre pelo BCE.

Ao contrário do que se passara com o desconto dos empréstimos gregos, o das obrigações cipriotas era muito simplesmente impossível pois estas estavam ligadas a garantias finais pelo BCE. O BCE estava ainda mais preso na armadilha do embaraço cipriota!

Com a bancarrota dos bancos cipriotas, o próprio BCE teria perdido uns 12 mil milhões de euros e teria desencadeado um sistema automático de transferência imediata equivalente ( Target 2 ) da parte dos países membros, em verdadeiro dinheiro sonante e vivo. Três mil milhões a serem desembolsados só pela Alemanha da sra. Merkel.

Compreende-se melhor o encarniçamento da Troika e, mais precisamente de Mario Draghi, em "salvar" custe o que custar o que podia restar do edifício bancário cipriota. Ela deixa pulverizar o tabu da inviolabilidade superior dos credores e dos accionistas. E deixa violar as próprias regras da UE em matéria de liberdade de circulação de capitais.

Compreende-se também que nossos patifes de Bruxelas a vociferarem não possam mais deixar cair o euro sob pena de ver seus protegidos de credores perderem drasticamente todas as dívidas emitidas sob um Target 2. Deutsche Wirtschaftsnachrichten :

"Visto sob este ângulo, o saqueio organizado dos bancos cipriotas é o que há de menos grave. Draghi e os salvadores do euro não se batem pelo salvamento de Chipre, eles batem-se pela sua própria sobrevivência".

O BCE sob a protecção... da defesa secreta!

Mediapart, decididamente o único media francês de investigação que se respeita, acaba de levantar um outro faisão sintomático do pânico que se apoderou dos nossos oligarcas de Bruxelas e Frankfurt.

O Tribunal de Justiça Europeu acaba de voar em socorro do BCE concedendo-lhe o benefício... da defesa secreta ! O que isenta a fortaleza do sr. M. Draghi, já fora de todo controle democrático, de prestar contas do que comete se assim quiser.

Algo que cai perfeitamente bem quando se sabe que esta decisão faz sequência a um pedido de documentos da agência Bloomberg no sentido de saber como a Goldman Sachs – onde oficiava um certo Mario Draghi – havia podido depenar a Grécia fazendo explodir sua taxa de endividamento. Martine Orange (Mediapart):

"Quando o BCE viu o pedido destes documentos, recusou-se alegando que estavam ultrapassados. O embaraço das instâncias europeias era tanto mais manifesto pois o assunto punha em causa o seu controle, a responsabilidade da Goldman Sachs e fazia suspeitar de Mario Draghi".

Como se vê, os caranguejos defendem com unhas e pinças os seus haveres e estão prontos para tudo, absolutamente tudo, a fim de não acabar no tribunal-caldeirão de uma justiça popular que não poderiam roubar. Não é só no frígido norte da Islândia que há bandidos, de difícil inocência presumível devido à perversão intrínseca do sistema a que servem, que neste momento estão inquietos .

Mas perfilam-se em 2014 eleições que darão ampla oportunidade oara por esta roupa suja em cima da mesa. E, quem sabe, de aproveitar para chutar alguns trazeiros.

27/Março/2013

O original encontra-se em http://yetiblog.org/index.php?post/bce-sauve-qui-peut

Este artigo encontra-se em http://resistir.info/ .
29/Mar/13