As FARC decidem fazer uma pausa nas negociações de Havana

por Delegação de paz das FARC-EP

Havana, Cuba, sede dos diálogos de paz, 23 de Agosto de 2013

Desde o início do processo de conversações com o governo da Colômbia, em Havana, nossa preocupação fundamental foi que se abram ao povo as portas da participação na construção de um acordo de paz democrático e com justiça social.

A propósito disto, e pela transcendência que para todo o país e para o futuro da nossa pátria tem o assunto da resolução do conflito social e armado a partir do estabelecimento da justiça social, a democracia e a soberania, de maneira responsável e muito meditada, as FARC-EP propuseram convocar uma Assembleia Nacional Constituinte para que seja o soberano a decidir sobre os temas cruciais da realidade política, económica e social de todos os colombianos.

Dissemos também que a Constituinte, convocada no âmbito de um grande acordo político nacional, seria o caminho para alcançar um verdadeiro tratado de paz, justo e vinculante, que funde nossa reconciliação, reja o destino da nação e a encaminhe rumo às cimeiras da democracia real.

Em contraste, ontem o governo comunicou ao país sua decisão de apelar ao referendo como mecanismo de ratificação, sem para nada mencionar os procedimentos de construção democrática do que seria referendado.

Perante estas novas circunstâncias, no momento em que de todos os rincões da Colômbia ouvem-se os gritos de um povo inconformado que protesta pelas consequência de uma política económica desastrosa de costas aos interesses das grandes maioria nacionais e que exige sua participação na tomada das grandes decisões nacionais, a Delegação de Paz das FARC-EP decidiu fazer uma pausa na discussão de La Mesa, para centrar-se exclusivamente na análise dos alcances da proposta governamental, sem detrimento da consulta interna que devem fazer como organização.

Aproveitaremos este tempo para escutar também as opiniões que seguramente hão de surgir a partir do povo em meio ao fervor da luta político-social que hoje abala a Colômbia.

A paz da Colômbia é assunto de todos.

Delegação de Paz das FARC-EP

Ver também:
  • Repúdio e condenação ao tratamento militarista da paralização nacional

    O original encontra-se em www.pazfarc-ep.org/...


    Este documento encontra-se em http://resistir.info/ .
  • 26/Ago/13